Praticamente mais celulares que gente

CELULARES-003

A população mundial atingiu a marca de 7 bilhões em outubro do ano passado, enquanto no Brasil, éramos quase 194 milhões.

Em 2011, o número de telefones celulares em todo o mundo era de 6,2 bilhões. No Brasil, atingimos 115,4 milhões nesse mesmo período . Ou seja, é quase um aparelho de celular por habitante, se levarmos em consideração que uma parte dessa população é formada por crianças com menos de 10 anos de idade.

Mas, como quantidade não significa qualidade, é interessante saber que o Brasil tem a segunda tarifa em telefonia celular mais cara do mundo, de acordo com pesquisa da consultoria europeia Bernstein Research sobre as telecomunicações. O estudo levou em conta o Produto Interno Bruto (PIB) e os preços médios das tarifas em 17 países.

Os usuários brasileiros dos serviços de telefonia móvel pagam em média US$ 0,24 o minuto, valor bem próximo dos US$ 0,23 da Nigéria.  Na África do Sul, o valor é de US$ 0,26.  Entre os países com PIBs próximos ao do Brasil e com tarifas mais baixas estão a Índia, onde a tarifa é de US$ 0,01, a Indonésia e a China, onde o minuto custa em média US$ 0,03.   Egito, México e Rússia têm tarifas de US$ 0,05 o minuto, valor muito próximo do que é praticado nos Estados Unidos. Já entre os países europeus, o Reino Unido tem o minuto mais barato com US$ 0, 14, enquanto a Espanha pratica a tarifa mais cara: US$ 0,21.

Para completar, as operadoras de telefonia móvel habilitadas em nosso país não oferecem serviços compatíveis com os altos preços. A qualidade das ligações é por vezes ruim,  sem citar os locais nos quais determinadas operadoras sequer possuem antenas, ou seja, não têm sinal.

Veja abaixo o quadro de reclamações de empresas de telefonia móvel junto ao Procon-SP em 2012:

 

Operadora

Total

(Jan-Jun/12)

Média Mensal de Reclamações

(Jan-Jun/12)

Reclamações de

03 Ago a 2 Set/12

Variação

TIM

1.324

221

354

60%

Oi

980

163

191

17%

Vivo

745

124

132

6%

Claro

1.896

316

319

1%

Fonte: Procon-SP

Os principais motivos de reclamações são cobrança indevida, alteração de planos sem o conhecimento do consumidor, cobrança de pacote de dados, serviços não autorizados, dificuldade para fazer o cancelamento, falha de conexão, inoperância, queda frequente de sinal e velocidade dos serviços.

É isso aí…

Dê sua opinião