Feliz 2023!

feliz 2023 bola

Opa! Feliz 2023? Deve ter alguma coisa errada, 2014 mal começou.

Não. Não tem não. Você leu certinho. É que o Centro de Pesquisas Econômicas e de Negócios (CEBR, na sigla em inglês), uma consultoria econômica britânica, em relatório divulgado no dia 28/12/2013, destacou que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro tende a superar as economias europeias, passando dos atuais US$ 2,2 trilhões para US$ 3,7 trilhões na próxima década, chegando à quinta posição.

Hoje, o Brasil ocupa o sétimo lugar. Em 2011, chegou a ser a sexta economia do mundo, mas perdeu o posto no ano seguinte devido à desvalorização cambial, ao menor crescimento econômico e à elevação das tensões políticas.

De acordo o CEBR, a economia brasileira será impulsionada pelo crescimento da população e do comércio de agricultura, este último resultante do acordo da Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Ainda segundo a consultoria, houve poucas mudanças de posições no ranking. A Itália perdeu o oitavo lugar para a Rússia e o Canadá tirou a décima posição da Índia por conta da desvalorização da sua moeda, a rúpia.

Já a África do Sul, que ocupava a posição de número 28, saiu da lista em virtude do baixo crescimento de sua economia e da desvalorização do rand, a moeda local.

Mas não é só o Brasil que conta com boas previsões para os próximos anos. A China deverá tornar-se a maior economia do mundo em 2028, superando os EUA, enquanto a Índia ficará à frente do Japão, passando a ser o terceiro país mais rico do mundo.

2013

2018

2023

2028

1

EUA

EUA

EUA

China

2

China

China

China

EUA

3

Japão

Japão

Japão

Índia

4

Alemanha

Alemanha

Índia

Japão

5

França

Grã-Bretanha

Brasil

Brasil

6

Grã-Bretanha

Rússia

Alemanha

Alemanha

7

Brasil

Brasil

Grã-Bretanha

Grã-Bretanha

8

Rússia

França

Rússia

Rússia

9

Itália

Índia

Canadá

México

10

Canadá

Itália

França

Canadá

Fonte: CEBR

Se os pesquisadores britânicos estiverem certos, o Brasil é mais uma vez o país do futuro. Mas, como o futuro a Deus pertence, só nos resta correr atrás do prejuízo e trabalhar bastante, incluindo o governo, para que as previsões se concretizem. Porque não dá para esperar que Deus faça tudo sempre.

 

 

 

Dê sua opinião